A Calucem aposta na linha
de embalagem completa do BEUMER Group:

A Calucem d.o.o, integrante do Calucem Group, produz, na cidade croata de Pula, cimento de aluminato de cálcio utilizado principalmente na indústria de refratários. Para aumentar a eficiência de unitização e embalagem bem como a eficiência energética, o fabricante está substituindo sua atual linha de embalagem por um sistema de ensacamento, paletização e embalagem do BEUMER Group. A BEUMER, como provedor completo, forneceu a linha inteira. Para executar a troca de forma rápida e sem perda de material, é utilizada uma ensacadeira pneumática no lugar de uma ensacadeira por turbinas normalmente empregada na indústria de cimento.

A cidade de Pula encontra-se no extremo sul da península de Ístria, na Croácia. Com seu anfiteatro romano, o templo de Augusto e o arco dos Sérgios, construídos entre os anos 29 e 27 a.C., a cidade de aproximadamente 57 mil habitantes, é muito apreciada por turistas. O clima é ameno, o mar, azul ultramarino e calmo. Muitas pessoas vivem da produção de vinho, da pesca e construção de barcos. Porém, nessa cidade histórica, também é fabricado o cimento de aluminato de cálcio. A Calucem d.o.o. é um dos provedores líderes desse material especial, também chamado de cimento aluminoso. "Ele é mais resistente a altas temperaturas, agressões químicas e corrosão", explica Alfred Blažina, diretor da fábrica de cimento. " Devido a essas propriedades, ele é empregado na indústria de refratários, fundição, fornos, chaminés, câmaras de combustão, assim como na construção civil". O cimento de aluminato de cálcio é encontrado em argamassas para reparo rápido, colas para cerâmica e materiais de vedação. Para concretos refratários, o aglutinante hidráulico é muito importante. Ele influencia a reologia, a característica de secagem, o processo de sinterização e a resistência química. "Exportamos nosso cimento para mais de 60 países e somos o número dois no mundo", enfatiza Blažina.

A solução necessária: compacta, com pouca necessidade de manutenção e eficiência energética.

Quando o calcário é queimado com óxido de alumínio ou bauxita em fornos rotativos ou de arcos a temperaturas superiores a 1.500 graus Celsius, forma-se aluminato de cálcio. "Conforme aplicação, diferenciam-se as composições", descreve Alfred Blažina. A demanda por produtos de alto rendimento resistentes está crescendo. Novo no portfolio, o produto HiPerCem, é utilizado para a formulação de concretos refratários altamente desenvolvidos. "O conceito inovador tem como base a alta proporção de cálcio, combinado com uma distribuição otimizada da granulometria", descreve o diretor. Porém, no escopo de ofertas também se encontram produtos para massas refratárias e massas fundidas convencionais.

Após fabricação, essas diferentes misturas são moídas e ensacadas, empilhadas sobre paletes, embaladas com filme e transportadas dessa forma para clientes e comerciantes. "Até o momento, tínhamos instalações disponíveis que trabalhavam com alto consumo de energia e grande necessidade de manutenção", diz Blažina. Além disso: alterar a ensacadeira para outra mistura de cimento nunca ocorria sem atritos. Dependendo da composição, o material é mais fino ou mais grosso. Após o ajuste, era possível a ocorrência de grandes quantias de pó durante o ensacamento- ou seja, perda de material. Buscando uma nova solução e um parceiro adequado, a Calucem encontrou rapidamente os especialistas em intralogística, o BEUMER Group. "Nosso produto tem propriedades muito específicas", explica Alfred Blažina. "Precisamos de um fornecedor com quem possamos desenvolver uma solução para nosso material de construção em particular."

Do ensacamento à embalagem, tudo de uma única fonte

Como provedor completo de técnicas de ensacamento, paletização e embalagem, o BEUMER Group fornece suporte a seus clientes em todos esses aspectos e soluções sustentáveis de uma única fonte . "Nós instalamos a linha completa", diz David Žargi, representante do BEUMER Group para a região ocidental dos Bálcãs, que acompanha a instalação de cimento em Pula. Os especialistas integraram as máquinas e os sistemas através de automação inteligente e depois os conectaram de forma eficiente. Para a Calucem, o importante são instalações compactas, que trabalham com eficiência energética, necessitam de pouca manutenção e possam ser operadas de forma fácil e intuitiva pelos colaboradores", explica Žargi.

Ensacadeiras por ar ao invés de turbinas

"Na indústria de cimento, o ensacamento ocorre geralmente com ajuda de processos com turbinas", explica Stefan Bonenkamp, engenheiro de comissionamento do BEUMER Group. Esse processo é adequado principalmente para produtos que fluem livremente, de granulação fina, como o cimento. Para poder ensacar as diferentes composições sem perdas, os técnicos da BEUMER instalaram uma ensacadeira que trabalha com o princípio de ensacamento por ar, do tipo BEUMER fillpac®, com dois bicos de enchimento. Já que esse material pode ser mais fino que o cimento Portland comum, porém também pulverulento ou arenoso.

Ensacadeiras por ar são utilizadas normalmente na indústria alimentícia. Elas utilizam um soprador para fluidificar materiais como farinha ou cacau em pó. Dessa maneira, esses produtos podem na sequência ser ensacados de forma segura e precisa, "sem esforço mecânico e com consumo mínimo de ar", explica Stefan Bonenkamp. O ensacamento do produto ocorre conforme o sistema de pesagem bruto: os sacos são pesados durante o processo de enchimento. Para isso, a BEUMER fillpac® é equipada com um dispositivo de pesagem aferível. A eletrônica de pesagem garante que a BEUMER fillpac® alcance sempre um grau de enchimento exato. Um software especial permite uma comunicação permanente entre balança e bicos de enchimento.

O produto a ser ensacado chega ao vaso de enchimento através de uma válvula borboleta. A descarga uniforme  do produto é possível devido à ventilação independente do fundo do vaso e da parte superior. Isso garante um fluxo de produto contínuo com consumo mínimo de ar comprimido. Durante o enchimento, um bocal de enchimento especial, com canal de ventilação e um ejetor de funcionamento cíclico, suga o ar para fora do saco. Após cada processo de enchimento, o bocal de enchimento é limpo por ar comprimido. Isso evita sujeira no saco cheio. "Assim é possível ajustar as quantidades de ar injetado, conforme produto, de forma separada", diz Bonenkamp.

Solução de paletização compacta, segura e com eficiência energética

Para conseguir paletizar os sacos de forma totalmente automática, segura e principalmente rápida, a Calucem necessita de uma solução compacta e com baixo consumo de energia. O provedor completo de Beckum fornece, com o BEUMER robotpac®, um robô de braço articulado que soluciona de forma automática as tarefas de paletização e despaletização de maneira segura e eficiente. Ele se destaca pela alta precisão, disponibilidade e manuseio cuidadoso do produto. Um sistema de ultrassom mede de forma exata os sacos a serem paletizados. Isso permite que a posição dos artigos a serem embalados seja calculada de maneira exata e os sacos posicionados de forma precisa e cuidadosa. A exatidão fornece uma configuração ideal da pilha. "Isto serve não só como uma característica de qualidade para o cliente final, mas também garante uma alta estabilidade da pilha durante o transporte e o armazenamento. O BEUMER robotpac® paletiza até 600 sacos por hora.Para isso, são utilizadas duas ferramentas de captação: uma tipo ventosa que coloca uma folha de papelão sobre o palete e uma tipo forquilha captadora. Esta paletiza os sacos na posição exata sobre o suporte de cargas. "Devido à sua flexibilidade, com o BEUMER robotpac®, usuários podem executar processos complexos com parâmetros variados", descreve David Žargi. Além disso, o robô de paletização é muito robusto, o que garante uma operação segura, mesmo sob condições extremas. "Os acionamentos operam de forma segura, econômica e silenciosa. Isso foi um requisito muito importante para o fabricante de cimento", recorda-se o especialista da BEUMER.

Solução de paletização compacta, segura e com eficiência energética

Para conseguir paletizar os sacos de forma totalmente automática, segura e principalmente rápida, a Calucem necessita de uma solução compacta e com baixo consumo de energia. O provedor completo de Beckum fornece, com o BEUMER robotpac®, um robô de braço articulado que soluciona de forma automática as tarefas de paletização e despaletização de maneira segura e eficiente. Ele se destaca pela alta precisão, disponibilidade e manuseio cuidadoso do produto. Um sistema de ultrassom mede de forma exata os sacos a serem paletizados. Isso permite que a posição dos artigos a serem embalados seja calculada de maneira exata e os sacos posicionados de forma precisa e cuidadosa. A exatidão fornece uma configuração ideal da pilha. "Isto serve não só como uma característica de qualidade para o cliente final, mas também garante uma alta estabilidade da pilha durante o transporte e o armazenamento. O BEUMER robotpac® paletiza até 600 sacos por hora.Para isso, são utilizadas duas ferramentas de captação: uma tipo ventosa que coloca uma folha de papelão sobre o palete e uma tipo forquilha captadora. Esta paletiza os sacos na posição exata sobre o suporte de cargas. "Devido à sua flexibilidade, com o BEUMER robotpac®, usuários podem executar processos complexos com parâmetros variados", descreve David Žargi. Além disso, o robô de paletização é muito robusto, o que garante uma operação segura, mesmo sob condições extremas. "Os acionamentos operam de forma segura, econômica e silenciosa. Isso foi um requisito muito importante para o fabricante de cimento", recorda-se o especialista da BEUMER.

Fácil manuseio, com pouco esforço

Para controlar a instalação e permitir que o operador trabalhe de forma ergonômica, o especialista em intralogística utiliza com o BEUMER Group Human Machine Interface (HMI) um novo aparelho de comando e controle com interface de usuário otimizada e navegação gráfica. Com esse conceito de interação intuitivo e de fácil entendimento, é possível implementar todos os processos de trabalho de forma eficiente. O guia do menu do comando da máquina ocorre com o painel Soft-Touch através de pictogramas. Através desse painel o operador tem acesso a todos os programas de formação e seus conteúdos. As instalações são controladas através de um SIMATIC S7-300 da Siemens.

Alfred Blažina olha com entusiasmo para a empilhadeira que transporta um palete com sacos embalados para a saída de mercadorias. "Nós realizamos esse projeto junto com o Beumer Group. O resultado foi uma linha de embalagem ideal para nossas necessidades." O fabricante de cimento foi convencido pela boa colaboração técnica durante o planejamento, o desenvolvimento e também pela adaptação ideal da instalação. E como a BEUMER foi fornecedor único, para a Calucem existe também só um contato de referência. Isso também foi importante para Alfred Blažina. Pois, mesmo essas instalações de alta qualidade precisam de manutenção e assistência técnica. Quando necessário, técnicos do BEUMER Group fazem uma visita para verificar a instalação e fazer os ajustes necessários.