Transportador
de correia tubular

O transportador de correia tubular é um sistema de transporte curvilíneo de construção fechada para todos os tipos de materiais a granel. As estações de alimentação e de descarga correspondem às dos transportadores de correia côncava abertos. A diferença pode ser notada atrás da estação de carga, onde a correia obtém sua forma tubular fechada através da disposição especial dos rolos de carga em um determinado trecho e é guiada na sequência por estações de rolos de carga com rolos de carga dispostos de forma hexagonal. Na estação de descarga, a correia se abre automaticamente após passagem completa da última estação de rolos de carga e o material é transferido para o próximo destino.

Graças ao formato tubular da correia, curvas horizontais e verticais, assim com grandes inclinações, podem ser superadas com facilidade. A construção fechada protege o material transportado de influências externas, como intempéries e evita também a perda do material e a formação de material de retorno, protegendo ao mesmo tempo o meio ambiente.

O transportador de correia tubular atende também a exigências especiais, como transporte simultâneo de material no ramal superior e no ramal de retorno ou transporte em descida com recuperação de energia. Ele é utilizado nas instalações de cimento, usinas elétricas, portos assim como na indústria química, de aço e de mineração.

Transportadores de correia do BEUMER Group: flexíveis em todas as situações

Visão
geral:

Dados técnicos:
  • Diâmetro do tubo entre 150 e 650 mm
  • Distância entre os eixos de até 10 km
  • Raio da curva: 300 x diâmetro para correia de lonas, 600 x diâmetro para correias de cabos de aço
  • Ângulo de inclinação de até 30°, dependendo do produto transportado
Vantagens:
  • Proteção do produto transportado de influências externas
  • Proteção do meio ambiente através de um transporte livre de pó
  • Possibilidade de raios de curva estreitos
  • Superação de inclinações acentuadas
  • Pouca necessidade de espaço
  • Não são necessárias torres de transferência
  • Possível adaptação às condições topográficas
  • Possibilidade de transporte em descidas
  • Transporte simultâneo de diferentes materiais no ramal superior e de retorno
  • Baixos custos de investimento
  • Baixos custos de manutenção
  • Alta segurança operacional